Rede Profis

Textos

Telessaúde: intercambio técnico científico entre centros de atendimento ao deficiente auditivo

 

Na Fonoaudiologia, o uso da Telessaúde, com a Teleducação e a Teleassistência, tem aumentado consideravelmente, em virtude da necessidade de demanda, caracterizando-se como uma importante estratégia para alunos, profissionais e, de uma forma mais ampla, para pacientes, familiares e a comunidade. O Objetivo desse estudo foi desenvolver e analisar a eficácia de um Programa de Capacitação em Saúde Auditiva – Aparelho de Amplificação Sonora Individual por meio da Teleducação Interativa, direcionado a profissionais que trabalham em centros de atendimento ao deficiente auditivo vinculados a REDE PROFIS – HRAC-USP, a fim de expandir o intercâmbio técnico-científico para a área da deficiência auditiva. O estudo foi realizado em 3 associações vinculadas a REDE-PROFIS das cidades de Ribeirão Preto (G1-RP), de Presidente Prudente (G2-PP) e de São Jose dos Campos (G3-SJC). A amostra foi constituída por 36 participantes, com atuação na área da saúde, fonoaudiologia e área de humanas, de ambos os gêneros, na faixa etária entre 22 a 61 anos, sendo 17 do G1-RP, 7 do G2-PP e 12 do G3-SJC. As atividades foram desenvolvidas em etapas. Primeiramente foi criado o Ambiente Virtual de Aprendizagem, com a elaboração de material educacional em DVD, cybertutor, fórum de discussão e webconferência. Na etapa seguinte, foi realizada a avaliação do programa proposto. Para mensurar a eficácia do programa de capacitação em saúde auditiva foram utilizados os instrumentos: questionário Situação Problema (QSP), Ficha de Pesquisa Motivacional (FPM) e Questionário de Impacto. Os resultados demonstraram que o programa de capacitação desenvolvido foi eficaz quanto a aquisição do conhecimento na avaliação pré e pós capacitação, para os grupos participantes (G1-RP, G2-PP e G3-SJC). Em relação à comparação das diferentes áreas de atuação, os resultados demonstraram que houve diferença estatisticamente significante para as áreas da saúde e de humanas, no entanto, para os fonoaudiólogos não houve diferença. A FPM mostrou alto índice satisfação dos participantes em relação à Teleducação Interativa, avaliando o programa como “Impressionante”. Em relação à avaliação do impacto, os resultados demonstraram que o programa de capacitação proporcionou reflexões sobre todas as dimensões avaliadas direcionando a mudanças importantes. Assim, foi possível concluir que o programa de capacitação foi eficaz, alcançando um índice de satisfação altamente positivo, proporcionando, por meio da Teleducação interativa, a possibilidade do intercambio técnico cientifico entre profissionais que atuam com o deficiente auditivo.

 

Palavras-chave: Auxiliares de Audição. Telemedicina. Audiologia.

 

Rede Profis - Rua Silvio Marchione, 3-20 - Bauru/SP - Fone: (14) 3235-5699